9.15.2005

POMPA E CIRCUNSTÂNCIAS


Para melhor compreensão da estória que vou relatar-vos, penso ser conveniente referir que sou do signo Leão. Confesso que nada entendo de Astrologia, mas é voz corrente que os leões são entre outras coisas vaidosos, amam a beleza e o luxo e até gostam de dar nas vistas…De facto muitas das coisas que se dizem desse signo até batem certo comigo.

Estávamos na década de 50, quando conheci um jovem, íntimo amigo de uma amiga minha. Eu tinha apenas 13 para 14 anos e, ele andava a terminar a sua licenciatura. Evidentemente que não só a diferença de idades era grande, mas maior ainda era a discrepância de culturas. Para mim ele logo se transformara num sábio, lindo de morrer e eu a morrer de amores por ele.
Como tudo isso se passou “naquele tempo”, as meninas não deviam manifestar, em público ou em privado as suas simpatias amorosas, isto é, caía muito mal ser-se atiradiça.

Aconteceu que a nossa amiga comum estava para casar e nos preparativos ficou assente que eu iria para a Igreja no carro do TAL. Eu convenci-me de que as coisas estavam no bom caminho e tive todo o cuidado em ir arranjada pois o casamento estava a ser muito badalado.

Vejam o que me aconteceu: agitada pelos acontecimentos e pelos nervos, quando junto à Igreja, pilhada de gente ao seu redor, o meu amigo parou o carro para eu descer enquanto ia procurar um estacionamento, a primeira coisa que fiz foi, num gesto inusitado, bater com a cabeça no retroprojector que se partiu em 3 e depois de abrir a porta do automóvel preparando-me para sair airosamente caiu-me o sapatinho de salto alto para quase debaixo do carro e, lá andei coxinha até conseguir calçá-lo de novo. QUE VERGONHA…E QUE POMPA!!!

4 Comments:

Blogger Clara Sonhadora said...

Ninguém está livre! Logo eu que sou desastrada, eheheh!
Já a linkei no meu blog, para não a perder de vista.
Bjos

7:42 da manhã  
Blogger Costinhas said...

:)

Inesquecível pelo menos!

8:11 da manhã  
Blogger Xein said...

Todas passamos por essas paixonites... Na altura faz diferença, mais tarde mal se nota. Hoje tenho um namorado com mais 7 aos do que eu, o que, noutros tempos, seria impensável!!!


Sinta-se!

9:04 da manhã  
Blogger Zica Cabral said...

isso era o genero de coisas que me acontecia tb porque era desageitada mas, sobretudo, muito cabeça no ar sempre a pensar noutras coisas. Muito me ri com a sua aventura.
beijinhos

3:57 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home